quinta-feira, 17 de março de 2016

CALDO DE CHAMPIGNON DE PARIS E ALHO PORÓ


Recém chegada de viagem, sem muita coisa na geladeira, uma bagunça pra arrumar em casa, cansada e um dia pós enxaqueca. Foi esse o estado em que me encontrava  quando despretensiosamente comecei a fazer esse caldo. Por isso dá um desconto na foto. ;)  A ideia era meio "pega tudo o que tem, mistura e vamos ver no que vai dar".  Deu certo! O marido também elogiou. " Tá super gostosa, meu amorzinho se garantiu".  Olha, olha, palavras do marido hihihi. Graças a Deus, porque vamos combinar que não é sempre que isso da certo. ;)

Champignon de Paris e alho poró é uma harmonização que dá super certo, é como tomate e manjericão, queijo e goiabada, chocolate e oleaginosa. São clássicos! Já usei aqui no blog pra fazer o recheio de galletes, você pode conferir aqui.

Pra fazer esse caldo, normalmente eu colocaria batatas na lista dos ingredientes pra dar uma "encorpada" maaaaas, eu não tinha em casa.  O que foi muito bom! Ousei e coloquei a couve-flor que eu tinha higienizado, cortado e guardado no congelador antes de viajar.  O resultado foi um caldinho super proteico! Me lembrei do "caldo da caridade" que vovó fazia quando eu adoecia, só  que o de hoje é uma versão gourmet haha. Ele fica ralinho, mas dependendo do tanto de fécula de mandioca que você colocar, pode engrossá-lo mais.

Este acabou sendo nosso almoço! É sim, morando aqui na França eu me desapeguei  desse conceito de que almoço é arroz, feijão, macarrão e etc... Isso é cultural gente. Como comer pão em todas as refeiçōes aqui na França. Toda vez que faço feijoada pra não brasileiros, tem que ter pão no acampanhamento porque o pão é como o nosso arroz e feijão na hora do almoço. Simplesmente tem que ter.

Ingredientes: 
  • 1 litro e ½ de caldo de legumes caseiro;
  • 1 alho-poró cortado em rodelas finas;
  • 300g de champignon de Paris frescos, cortados em fatias finas; 
  • 1/2 couve flor;
  • 2 colheres de sopa de óleo;
  • um punhado de coentro;
  • 4 colheres de sopa de tapioca granulada (grãos finos);
  • 2 ovos;
  • sal de Guérande. ( é o que eu tenho usado aqui em casa, mas pode ser o refinado  também)
  • gordura pra refolgar ( pode ser manteiga, óleo ou azeite de oliva)
Modo de preparo:
1- Higienize o alho poró, corte em fatias finas e em uma panela funda refogue na gordura por 2 minutos.
2- Corte o champignon de Paris em fatias (no sentido horizontal) e adicione-o a panela, refogando até que esteja tudo dourado.
3- Acrescente o caldo de legumes, a couve-flor, o sal e o coentro .
4- Em seguida coloque a tapioca granulada como se estivesse salpicando, para não ter perigo de empelotar. Vá mexendo até ter adicionado toda.
5- Deixe cozinhando até a couve-flor ficar crocante, adicione os ovos, mexa por mais 1 minutinho e está pronto.

Dicas:
- Como eu disse a cima, trata-se de um caldo, por isso é ralinho. Caso você queira engrossá-lo, adicione mais tapioca granulada. Mas faz isso aos poucos.
-Espere esfriar um pouco pra tomar sentindo o sabor do clado.

domingo, 13 de março de 2016

HOMEMADE COOKIES


Que tal trocar aquele biscoitinho industrializado cheio de açúcar, química, gordura hidrogenada e conservante ou aquela barrinha de cereal cheia de sódio e calorias vazias por um biscoito caseiro e bem mais saudável, fácil e rápido de fazer! Topa tentar?

O segredinho pra deixá-los crocante é o tempo de forno. Deixe-os assando até dourarem, no meu forno o tempo foi de 23 minutos. Quando esfriarem completamente, estrão prontos para serem devorados =) 

Feitas essas considerações, c'est parti pour la recette!
 

Ingredientes:
  • 180g de farinha de arroz;
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco (essa quantidade é antes de ser aquecido);
  • 6 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 40g de chocolate sem lactose (eu usei o 70% cacau);
  • 40g de amêndoas quebradas grosseiramente;
  • 1 maçã verde;
  • 2 colheres de sopa de tapioca (usei essa, mas pode substituir por maizena);
  • 1/2 colher de café de extrato de baunilha em pó;
  • 3 colheres de sopa de água (ou quanto baste);
  • 1 colher de sopa de fermento. 

Modo de preparo:
1. Derreta o óleo de coco.
2. Em um bolw, coloque o óleo de coco, o açúcar e misture.
3. Acrescente a farinha de arroz, a maizena (ou tapioca) e o fermento. Misture.
4. Rale a maçã e acrescente ao restante da massa.
5. Adicione as colheres de água ao bolw, e misture novamente, em seguida coloque as amêndoas e o fermento. A massa deve ficar bem misturada e ter a consistência firme. A água é somente pra dar liga.
6. Pique o chocolate e reserve.
7. Faca bolinhas com a massa e enfie os pedacinhos de chocolate no cookie.
8. Coloque pra assar em forno pré-aquecido a 180 graus e deixe por em média 25 minutos ou até dourarem.


Version en français



Ingrédients:

  • 180g de farine de riz;
  • 3 cuillerées à soupe de huile de coco (cette quantité c'est avant de faire fondre)
  • 6 cuillerées à soupe de cassonade
  • 40g de chocolat 70% cacao
  • 40g de noisettes - hacher grossièrement les noisettes
  • 1 pomme verte ;
  • 2 cuillères à soupe de tapioca (j’ai utilisé celle-ci).
  • 3 cuillères à soupe d'eau (ou la quantité suffisante pour donner la forme);
  • 1 cuillère à soupe de levure chimique sans gluten;
  • 1/2 cuillère à café de gousse de vanille en poudre.
Préparation de la recette:

1. Faire fondre l'huile de noix de coco.
2. Versez dans un bol le sucre, la vanille, ajoutez l'huile de coco et mélangez.
3. Incorporez la farine de riz, le tapioca, les noisettes et la levure chimique.
4. Râpez la pomme et ajoutez au bol.
5. Incorporez l'eau dans le bol et mélangez jusqu’à obtenir une consistance homogène et firme..
6. Préchauffez votre four à 180°C.
7. Posez une feuille de cuisson, déposez vos tas de pâte et incorporez les morceaux de chocolat.
8. Enfournez pour 20 à 25 minutes selon votre four. Chez moi ils étaient dorés au bout de 22 minutes. 9. Laissez refroidir les cookies.

quinta-feira, 3 de março de 2016

GUACAMOLE COM GERGELIM




You are fat, but you are a good fat! Café da manhã, lanche, jantar, happy hour, ele fica bom em todas as ocasiões. Até pro almoço eu já fiz. Montei um wrap vegetariano e mandei ver! Estamos falando do guacamole!

 Resolvi provar  essa receita quando estava conhecendo o mundo vegetariano. Olha, não sou vegetariana, mas a cozinha vegetariana é riquíssima e tem muito a nos oferecer. Eu amo provar coisas novas, sempre. Nada de monotonia na cozinha!

E então, você já provou? Não vai me dizer que tem preconceito com abacate em pratos salgados? Deixa isso de lado e prova esse guacamole com gergelim, uma das mil variações dessa receita mexicana de-li-ci-o-sa!

Sem mais, vamos pra receita vapt-vupt?


Ingredientes: (para 2 pessoas)
  • 2 avocados;
  • 1 limão;
  • 1 échalote ou 1/3 de cebola roxa picadinha; 
  • 2 colheres de sopa de gergelim dourado;
  • 1 tomate cortado em cubinhos sem semente;
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem;
  • pimenta d'Espelette a gosto;
  • coentro fresco a gosto;
  • sal.
Modo de preparo:
1. Em um bolw retire a polpa do abacate e machuque com um garfo até que fique liso.
2. Junte o suco do limão, o coentro, a pimenta, o tomate, o sal e o azeite.
3. Torre o gergelim rapidamente em uma caçarola, mexa sem parar. Quando começarem a saltar, retire imediatamente da panela e despeje em cima do guacamole pronto.


Dicas:
- Acompanhar com tacos, doritos, batatinha, tortilha de arroz ou de milho.